Conta digital do PicPay passa a render mais que de outras fintechs

1 min de leitura
Imagem de: Conta digital do PicPay passa a render mais que de outras fintechs
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Clientes da modalidade pessoa física da conta digital do PicPay terão mais rendimentos que os ofertados por outras fintechs, como Nubank e Mercado Pago, pelo menos por um tempo. A partir dessa semana, a empresa anunciou que depósitos na carteira digital renderão 210% do CDI com liquidez diária – um aumento substancial, quando se leva em conta que a concorrência oferece 100% de CDI. Com a medida, o dinheiro de seus consumidores deve crescer 4,2% ao ano – e pode ser movimentado a qualquer momento.

Por enquanto, a vantagem é válida até 31/12/2020, de acordo com um artigo de suporte disponibilizado pela instituição, podendo ou não ser estendida após essa data. De acordo com ela, a ideia é incentivar seus mais de 33 milhões de clientes a explorar diversos recursos, como pagamentos de boleto, transações com QR code em lojas, recargas de celular e transferências instantâneas via PIX (a partir de 16 de novembro).

"Valores até R$ 250 mil geram rendimento aqui no PicPay. Isso significa que se você tiver R$ 252 mil em sua carteira, os 2 mil reais que excedem o limite não irão gerar rendimentos. No entanto, os R$ 250 mil continuarão rendendo normalmente", destaca a companhia.

"Todo seu dinheiro que entra no PicPay já está rendendo, automaticamente, todos os dias úteis a um valor equivalente a 210% do CDI. Na prática, isso significa que o ganho é maior que na sua antiga poupança. E ainda melhor, o rendimento é diário!"

Carteira digital do PicPay oferece maiores rendimentos.Carteira digital do PicPay oferece maiores rendimentos.Fonte:  Reprodução 

Ressalvas e justificativas

Vale lembrar que o montante depositado em grande parte das fintechs não é protegido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), entidade privada que cobre depósitos de até R$ 250 mil se houver algum problema.

De qualquer modo, para evitar desconfianças, o PicPay ressalta que, "como instituição de pagamentos regulada e autorizada pelo Banco Central, mantém 100% do saldo dos seus usuários investidos em títulos públicos federais, como exige o órgão regulador."

"[A medida] garante toda a segurança do dinheiro depositado", complementa.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Conta digital do PicPay passa a render mais que de outras fintechs