CES 2021 é confirmada mesmo com incertezas sobre a covid-19

1 min de leitura
Imagem de: CES 2021 é confirmada mesmo com incertezas sobre a covid-19
Imagem: CTA
Avatar do autor

A próxima edição da Consumer Electronics Show (CES) já tem data confirmada para acontecer: de 6 e 9 de janeiro de 2021, na cidade de Las Vegas (EUA). A decisão da organizadora da atração, a Consumer Technology Association (CTA), foi na contramão de outras entidades e companhias, como Google, Microsoft e GSMA (MWC), que decidiram transferir para o formato digital ou adiar eventos anuais presenciais diante da pandemia do coronavírus.

“Estamos trabalhando em estreita colaboração com a comunidade de Las Vegas, incluindo a Convenção de Las Vegas e autoridade de visitantes locais e hotéis, enquanto desenvolvem e implementam planos de reabertura”, ressaltou a CTA em comunicado. “E garantiremos que nossos planos sigam as recomendações de especialistas em saúde pública e os padrões estabelecidos pelos governos federal, estadual e local”, completou o texto. ]

Dentre essas medidas citadas estão áreas de higienização, orientação ao uso de máscaras, proibição de uso de dinheiro físico, além de demarcações para reduzir aglomerações.

A CES é conhecida por introduzir novidades e tendências do mundo da tecnologiaA CES é conhecida por introduzir novidades e tendências do mundo da tecnologiaFonte:  IBM/Reprodução 

CES como foco da doença?

A CTA informou que os corredores, assentos e outras áreas serão organizadas de modo a criar certo distanciamento entre todos os envolvidos. Na CES 2020, por exemplo, houve cerca de 170 mil participantes e mais de 4,4 mil expositores, o que poderia ampliar o desafio de garantir o combate à disseminação da covid-19 durante o evento.

Apesar de reforçar a adoção dessas práticas, a CES 2021 pode virar motivo de preocupação. Isso porque nos EUA a pandemia ainda não foi controlada, sobretudo diante da inadequada aderência ao isolamento social. O mesmo exemplo tem sido seguido por outros países, como o Brasil.

Além disso, embora órgãos de saúde estejam desenvolvendo a vacina, é cedo para determinar se até janeiro de 2021 haverá uma alta taxa de imunização globalmente. É importante também frisar que um estudo revelou a possibilidade de a doença ter se espalhado nos EUA, e até mesmo em outras partes do mundo, justamente devido à CES 2020.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
CES 2021 é confirmada mesmo com incertezas sobre a covid-19