Musk reabre fábrica da Tesla na Califórnia e pode até ser preso

2 min de leitura
Imagem de: Musk reabre fábrica da Tesla na Califórnia e pode até ser preso
Imagem: Wikimedia COmmons
Avatar do autor

A montadora de automóveis elétricos Tesla voltou às atividades no estado norte-americano da Califórnia. A fábrica da companhia reabriu nesta segunda-feira (11), em um movimento contrário ao de outras atividades comerciais em momentos de isolamento social, restrições de comércio e pandemia do novo coronavírus.

A decisão contrária pela reabertura que vale oficialmente veio do condado de Alameda, que inclui a cidade de Fremont, onde fica localizada a fábrica da montadora. Ela estava fechada desde a metade de março, quando o país iniciou alguns procedimentos de segurança para evitar maiores contaminações. Por lá, apenas serviços considerados essenciais seguem em funcionamento.

Entretanto, o CEO da empresa, Elon Musk, se destacou nos últimos meses por fazer pouco caso da doença e emitir posições bastante polêmicas sobre o caso. Ele primeiro falou que o pânico pelo coronavírus era "estúpido", comparou as mortes pela doença com números de acidentes de carro e sugeriu o uso da cloroquina como remédio antes da realização de testes clínicos. Por fim, nas últimas semanas, ele protestou no Twitter pelo direito à liberdade e pediu o fim da quarentena.

Medidas de segurança

De acordo com um documento divulgado, o retorno das atividades na Tesla segue uma série de medidas de segurança para evitar o contato entre funcionários e manter protocolos de medição de temperatura de cada colaborador.

O próprio Musk afirma que foi "para a linha de frente" durante a reabertura, e até se ofereceu para ser o único preso caso ocorra alguma ordem da polícia. Segundo a CNN, o empresário acredita que as medidas são agressivas e inconstitucionais.

Ele ainda enviou um recado para os funcionários, agradecendo o trabalho duro para tornar a Tesla uma empresa de sucesso. "Um dia honesto de trabalho gasto construindo produtos ou garantido serviços úteis para outros é extremamente honroso. Tenho muito mais respeito por quem tem orgulho em fazer um bom trabalho, seja qual a profissão, do que alguma pessoa rica ou famosa que não faz nada útil", diz o documento.

Apoio de cima

Apesar da decisão em nível estadual ser a palavra final neste caso, Musk recebeu apoio também do chefe de Estado do país. O presidente Donald Trump, em seu perfil no Twitter, demonstrou apoio à reabertura da Tesla e disse que o procedimento poderia ser "rápido e seguro". Em uma resposta, o empresário agradeceu a mensagem.

Até o dia 12 de maio, segundo informações da Organização Mundial da Saúde, os Estados Unidos registraram mais de 83 mil mortes pela covid-19.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Musk reabre fábrica da Tesla na Califórnia e pode até ser preso