Vazam os possíveis preços da linha iPhone 12

1 min de leitura
Imagem de: Vazam os possíveis preços da linha iPhone 12
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O especialista em vazamentos Jon Prosser, que costuma ter palpites certeiros a respeito da Apple, publicou em seu perfil no Twitter a suposta variação de preços da família iPhone 12, que será lançada em 2020.

Segundo Prosser, ele viu algumas especulações sobre o tema circulando nas redes e perguntou o que seria a informação verdadeira às suas fontes de confiança. O resultado das respostas foram quatro variações e faixas de valor, todos com suporte para redes 5G.

A versão básica é a iPhone 12, com tela OLED de 5,4" e duas câmeras traseiras, sairia por US$ 649. O modelo iPhone 12 de 6,1", que talvez mantenha esse nome, tem as mesmas características técnicas. Porém, o custo sobe para US$ 749.

A terceira variante é o iPhone 12 Pro, com tela OLED de 6,1", três câmeras traseiras e um sensor LiDAR, assim como no novo iPad Pro. O custo é de US$ 999. Por fim, o modelo mais caro será o iPhone 12 Pro Max, com tela OLED de 6,7" e também três câmeras com o sensor. Para levá-lo para casa nos Estados Unidos, será preciso desembolsar US$ 1.099. Esses preços devem ser relativos à versão com especificações técnicas mais básicas — eventuais acréscimos na memória encarecem também o custo final.

Conversão em reais

A conversão direta de moeda para o real não é nada precisa, já que taxas de importação e outros impostos encarecem bastante o iPhone no Brasil. Entretanto. O iPhone SE (2020), que é a versão mais acessível dos smartphones da empresa, custa originalmente US$ 399 — valor que salta para R$ 3.699 por aqui.

Em comparação com a geração atual, há mudanças em uma das extremidades. O atual modelo mais barato, iPhone 11, custa US$ 699, enquanto o mais caro (iPhone 11 Pro Max) também começa em US$ 1.099. No Brasil, os preços ficam entre R$ 4.999 e R$ 7.599.

Vale lembrar ainda que, tradicionalmente, a nova geração de iPhones é anunciada em setembro. Entretanto, a pandemia do novo coronavírus pode atrasar um pouco a conferência, assim como já provocou mudanças na fabricação, ou no mínimo prejudicar o estoque desses dispositivos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Vazam os possíveis preços da linha iPhone 12