Apesar de 'Guerra contra Trump', Huawei cresceu 19,1% em 2019

1 min de leitura
Imagem de: Apesar de 'Guerra contra Trump', Huawei cresceu 19,1% em 2019
Imagem: Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A situação da Huawei com os Estados Unidos pode estar um tanto quanto delicada, mas isso não impediu a empresa de se manter competitiva no mercado mundial. De acordo com seu relatório anual de 2019, a chinesa apresentou um crescimento de 19,1% em relação a 2018, com receita global de vendas de US$ 121,1 bilhões e lucro líquido de US$ 8,8 bilhões.

Eric Xu, presidente rotativo da companhia, declara que resultado foi extraordinário. "Nosso crescimento teve foco na criação de valor para os clientes, de modo a consolidar o respeito e a confiança deles, bem como de nossos parceiros em todo o mundo. O desempenho comercial da Huawei permanece bastante sólido", afirma.

(Fonte: Reuters)(Fonte: Reuters)Fonte:  Reuters 

Apesar da notícia positiva, os números foram muito mais baixos que os esperados pela projeção da empresa antes das sanções aplicadas por Donald Trump. Ainda de acordo com Eric Xu, a Huawei perdeu cerca de US$ 12 bilhões em vendas de equipamentos. A queda já era esperada, mas é fato que as expectativas iniciais de US$ 135 bilhões não foram nem de perto atingidas.

Mais números e estratégias

Cerca de 240 milhões de smartphones foram produzidos ao longo do ano pela companhia, sendo que 15,3% de sua receita de 2019 foram direcionados à pesquisa e desenvolvimento de tecnologias. Esse investimento é ainda mais impactante quando se considera os valores dedicados à área na última década: US$ 84,6 bilhões.

Os planos futuros são ambiciosos. A empresa relata progressos no desenvolvimento do ecossistema Seamless AI Life em todos os cenários e dispositivos, incluindo computadores pessoais, tablets, wearables e telas inteligentes.

No ano passado, o destaque foram os lançamentos do Ascend 910, um processador com tecnologia de inteligência artificial, e do cluster de treinamento de IA Atlas 900. Além disso, a empresa está dedicada a conquistar o mercado 5G.

(Fonte: Divulgação)(Fonte: Divulgação)Fonte:  Divulgação 

Globalmente, mais de 700 cidades e 228 empresas da Fortune Global 500 são clientes da Huawei como parceira no processo de transformação digital. A publicação elenca as maiores corporações em todo o mundo com base em suas receitas.

Eric Xu finaliza: "Continuaremos aprimorando a competitividade de nossos produtos e serviços, promovendo a inovação. Essa é a melhor maneira de aproveitar as oportunidades da transformação digital das indústrias, de modo a manter um crescimento robusto a longo prazo”.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Apesar de 'Guerra contra Trump', Huawei cresceu 19,1% em 2019