Empresas de streaming ajudam artistas afetados pelo surto de coronavírus

1 min de leitura
Imagem de: Empresas de streaming ajudam artistas afetados pelo surto de coronavírus
Fonte: Yuliia Zatula
Avatar do autor

Empresas de streaming e tecnologia estão se unindo para ajudar criadores e profissionais da música que tiveram seu trabalho afetado pelo surto do novo coronavírus. Gigantes como Amazon Music, Facebook, SiriusXM, Spotify, Pandora, Tidal e YouTube Music estão colaborando com um fundo que vai oferecer ajuda financeira após cancelamentos de shows e festivais.

O fundo em questão é o COVID-19 Relief Fund, que foi criado pela Recording Academy e sua instituição de caridade afiliada, a MusiCares, com o intuito de ajudar a comunidade musical afetada pela pandemia de coronavírus.

As empresas não disseram quanto estão doando para o fundo, mas o MusiCares já levantou US$ 2 milhões desde a semana passada. "Com este fundo, profissionais da indústria da música, incluindo artistas, equipes de produção, técnicos e qualquer um impactado pela perda de trabalho gerada pelos cancelamentos de eventos com música ao vivo, podem se inscrever para ter uma assistência básica", disse a instituição por meio de comunicado.

MusiCares

O Spotify criou o seu próprio fundo para artistas, e divulgou que vai acrescentar US$ 1 para cada US$ 1 doado no site do projeto até que a arrecadação atinja a marca de US$ 10 milhões.

Quem também está apoiando artistas nessa temporada de distanciamento social é o SoundCloud e o Twitch, que agora facilitam o processo para que criadores do SoundCloud possam receber dinheiro por performances realizadas na plataforma do Twitch.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Empresas de streaming ajudam artistas afetados pelo surto de coronavírus