Nokia pede € 500 milhões emprestados para não 'falir' no 5G

1 min de leitura
Imagem de: Nokia pede € 500 milhões emprestados para não 'falir' no 5G
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante finlandesa Nokia fechou um empréstimo de € 500 milhões  — cerca de R$ 2,6 bilhões em conversão direta de moeda — para acelerar o desenvolvimento de suas tecnologias de implementação do 5G. A informação consta no relatório financeiro anual da empresa e foi detectada pela agência de notícias Reuters.

Segundo a empresa, o empréstimo feito junto ao European Investment Bank (EIB) tem prazo de cinco anos e foi necessário porque os gastos com o setor de 5G, tanto em pesquisa quando em produção de equipamentos, foram maiores do que o previsto. A companhia ainda interrompeu o pagamento de dividendos no fim de 2019 para guardar ainda mais as economias.

Atualmente, a Nokia é a segunda maior empresa do mundo no setor de telecomunicações e uma das grandes concorrentes em leilões de frequências para implementação do 5G ao redor do mundo. Ela também está no mercado de dispositivos móveis, mas com a marca licenciada para a HMD Global — e deve apresentar o seu primeiro smartphone 5G no novo filme da franquia James Bond. A chinesa Huawei é a atual líder do setor, mas enfrenta barreiras políticas em algumas regiões, especialmente graças aos conflitos comerciais com os Estados Unidos.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Nokia pede € 500 milhões emprestados para não 'falir' no 5G