Google pede aos EUA para voltar a fazer negócios com a Huawei

1 min de leitura
Imagem de: Google pede aos EUA para voltar a fazer negócios com a Huawei
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Google entrou com pedido de isenção junto ao governo dos Estados Unidos para trabalhar novamente com a Huawei. Em caso positivo, os aparelhos da fabricante chinesa terão de volta apps como a Play Store, YouTube, Maps, Gmail, dentre outros. A solicitação vem na mesma onda da Microsoft, que no ano passado recebeu autorização para levar o sistema Windows  e a suite Office 365 aos notebooks da Huawei.

Vale lembrar que desde maio de 2019, o governo norte-americano iniciou uma série de boicotes à companhia e vários fornecedores chineses, devido a supostas práticas de fraude. O resultado disso é que ela foi obrigada a parar de oferecer recursos importantes em seus dispositivos móveis, como o Google Mobile Service e soluções da Microsoft.

A saída da fabricante, então, foi adicionar uma loja própria, a Huawei Mobile Service, para que os usuários pudessem fazer download de apps em seus aparelhos, como é o caso do novo dobrável Mate Xs. Uma medida adicional a isso seria a parceria com a Oppo, Xiaomi e Vivo para o desenvolvimento de uma “Play Store” conjunta, chamada GDSA, que deve ser lançada já em março.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google pede aos EUA para voltar a fazer negócios com a Huawei