Yellow destrói bicicletas e gera polêmica na internet

1 min de leitura
Imagem de: Yellow destrói bicicletas e gera polêmica na internet
Avatar do autor

A Grow está deixando de operar temporariamente em várias cidades do Brasil. Recentemente, a companhia recolheu as bicicletas Yellow que eram utilizadas nas cidades de Florianópolis e São José para que fossem recicladas. As imagens das amarelinhas sendo destruídas foram parar na internet e geraram polêmica entes os usuários, que sugeriram que os equipamentos poderiam ser reaproveitados para a doação.

De acordo com a Grow, as bicicletas serão recicladas porque apresentavam defeito. Elas serão pesadas, prensadas e virarão matéria-prima para novos equipamentos feitos à base de borracha e ferro. A paralisação do serviço de bicicletas e patinetes compartilhados será temporário. A empresa deve retornar à atividade com uma nova frota dentro de alguns meses.

Veja o vídeo das bicicletas sendo destruídas:

A companhia ainda disse que parte delas, entre as que apresentavam bom estado, foram doadas para a Associação Vivendo e Aprendendo, localizada na capital catarinense.

Equipamentos com defeito não poderiam ser doados

Em relação à não doação das bicicletas que estavam sendo destruídas, a empresa explicou que seguiu o que é determinado pela Política de Resíduos Sólidos (PNRS), onde o reaproveitamento ou descarte do material deve ser realizado com foco na preservação ambiental.

Os Códigos Civil e de Defesa do Consumidor proíbem a doação de equipamentos que possam por em risco a segurança das pessoas que vão usá-los. É o caso das bicicletas que serão recicladas, já que Grow afirmou que elas apresentavam pequenos defeitos e avarias. Caso algum desses equipamentos causasse um acidente, a responsabilidade seria da empresa doadora.

No momento, a Grow vai continuar atuando apenas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Yellow destrói bicicletas e gera polêmica na internet