Venda de celulares cresce no mundo pela primeira vez em 2 anos

1 min de leitura
Imagem de: Venda de celulares cresce no mundo pela primeira vez em 2 anos
Avatar do autor

A venda de smartphones sobe pela primeira vez em dois anos. Segundo relatório publicado pela empresa de análise de dados Strategy Analytics, a procura pelos aparelhos cresceu cerca de 2% em relação ao ano passado. Isso equivale a 366 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.  Para a diretora da empresa, o crescimento aconteceu devido à redução de preços e a busca de modificação nos aparelhos. Além disso, a diversidade de marcas gera forte concorrência, tornando outro fator decisivo.

Os dados colhidos demonstram que o crescimento foi impulsionado principalmente pela Huawei, responsável por 29% de aumento em comparação ao mesmo período do ano passado. Envolvida em problemas nos Estados Unidos, a Huawei concentrou suas vendas na China.

Uma outra pesquisa feita pela Canalys, aponta que a Samsung permanece em primeiro lugar no ranking de aparelhos vendidos, e ainda teve um crescimento de 11%. Isso é consequência dos investimentos da empresa em tecnologia 5G.

Vendas de smartphones crescem. (Fonte: Pixabay)
Vendas de smartphones crescem a primeira vez em 2 anos. (Fonte: Pixabay)

Apple se estabiliza, mas não apresenta crescimento significante

Diferente das outras duas marcas orientais, a Apple permanece em terceiro lugar entre as marcas mais vendidas, sem mudanças ou crescimento significativo. No ano passado, a empresa americana teve queda de 3% nas vendas dos Iphones. A Strategy Analytics demonstra que a Apple começou a melhorar esse ano e se estabilizar nas vendas, a partir do barateamento dos preços do Iphone 11 e aumento da demanda na Ásia. Especialistas acreditam que o cenário pode ser melhor para a empresa com o lançamento do iPhone 5G em 2020.

Apesar de serem reconhecidos mundialmente, os aparelhos da Apple apresentam desvantagens comparados aos preços mais baixos dos concorrentes, como Samsung, Huawei e Xiaomi.

Vendendo principalmente na Índia e China, a Xiaomi fica com o quarto lugar, enfrentando a concorrência da Huawei e Realme. Além dela, a OPPO também aparece nessa “competição” com a expansão de seu público-alvo , que passou da China para Europa Ocidental.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Venda de celulares cresce no mundo pela primeira vez em 2 anos