Huawei pretende entregar até 1,5 milhões de dispositivos 5G até 2020

1 min de leitura
Imagem de: Huawei pretende entregar até 1,5 milhões de dispositivos 5G até 2020
Avatar do autor

Apesar de ter seus negócios colocados em risco pelo governo dos Estados Unidos durante a guerra comercial, a Huawei continua firme e forte com seus planos de ser líder na implementação do 5G mundialmente. De acordo com o CEO da companhia chinesa, Ren Zhengfei, o objetivo da firma é entregar até 1,5 milhões de dispositivos com a nova conexão até o ano que vem.

De acordo com o fundador da empresa chinesa, as previsões são de que pelo menos 600 mil aparelhos com 5G sejam distribuídos pela companhia ainda este ano, já que o 5G ainda não é muito abrangente. Além disso, a empresa está enfrentando a desconfiança de muitos países após ser banida de fazer negócios com firmas dos Estados Unidos.

Ren Zhengfei, fundador da Huawei. (Fonte: Gizchina/Reprodução)

Ainda assim, Zhengfei garante que a companhia chinesa ainda está fechando grandes contratos para fornecer infraestrutura para o novo padrão de rede. O Gizchina aponta que a firma recebeu pelo menos 11 novas ofertas de parceria após ser banida pelo governo dos Estados Unidos, em maio. De acordo com Liang Hua, chairman da Huawei, a empresa já conta com mais de 50 acordos de 5G mundialmente, com 28 sendo na Europa.

Novos dispositivos 5G chegando

Além de ter bastante trabalho na instalação de infraestrutura, a empresa não para de lançar dispositivos que sejam compatíveis com 5G. A Honor, uma das principais submarcas da gigante chinesa, anunciou recentemente que pretende lançar um smartphone com a quinta geração de internet móvel ainda este ano. O aparelho possivelmente vai usar o modem Balong 5000, que é feito pela própria Huawei.

Balong 5000, o chip 5G da Huawei. (Fonte: Gizmochina/Reprodução)

A novidade chega uma semana depois da Huawei apresentar o Mate 20 X, o primeiro smartphone 5G feito pela fabricante chinesa. Ainda este ano, a companhia também vai lançar no mercado o Mate X, aparelho dobrável compatível com o novo padrão de conexão que pode chegar em setembro.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Huawei pretende entregar até 1,5 milhões de dispositivos 5G até 2020