Bitcoin cai mais de 10% em meio à chance de regulamentação das criptomoedas

1 min de leitura
Imagem de: Bitcoin cai mais de 10% em meio à chance de regulamentação das criptomoedas
Avatar do autor

Depois das críticas às criptomoedas feitas na última semana pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o Bitcoin sofreu uma queda de 10%, provocando mais uma onda de incerteza acerca de sua cotação. O mandatário dos EUA também não poupou críticas ao Facebook pela criação de sua própria criptomoeda, a Libra, com lançamento previsto para o próximo ano.

A queda levou em consideração os receios sobre uma possível proposta de regulação, discutida por partidos do país norte-americano a fim de que as empresas de tecnologia envolvidas não se tornem também instituições financeiras. Eles acreditam que as implicações podem ser gigantescas se considerado o alcance global dessas empresas e como pode afetar a vida de milhares de pessoas em termos de privacidade, proteção ao consumidor e riscos do sistema.

Em sua crítica ao Bitcoin, à Libra e a outras criptomoedas, Trump disse que, se as empresas desejam atuar como instituições financeiras, devem antes "se tornar um banco" e se submeter às regulações convencionais.

Mercado incerto

O histórico do Bitcoin é marcado por altos e baixos. A cotação no último fim de semana ficou abaixo de US$ 10 mil, mas chegou a quase US$ 14 mil na semana passada. Depois de vários meses abaixo de US$ 6 mil, a moeda ganhou ânimo após o pronunciamento dos planos do Facebook, com aumento de 55%. Contudo, ainda registra um aumento de 160% no ano.

Com as últimas notícias, outras moedas também tiveram a cotação desvalorizada, com o Ethereum, que caiu 17%, e a XRP, que diminuiu 5% — essas são a segunda e terceira mais importantes criptomoedas, respectivamente.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Bitcoin cai mais de 10% em meio à chance de regulamentação das criptomoedas