Imagem de: Após ser multada na Europa, Google é acusada de monopólio na Índia
Fonte: invoicexpress

Após ser multada na Europa, Google é acusada de monopólio na Índia

1 min de leitura
Avatar do autor

A Comissão de Concorrência da Índia (CCI, na sigla em inglês) entrou com um pedido de investigação para apurar as práticas de comércio da Google em seus país. Para a CCI, a empresa americana tem forçado as fabricantes a pré-instalar seus aplicativos em todos os aparelhos com Android, o que, de acordo com o órgão, impede que as empresas optem por versões alternativas de apps desenvolvidos por terceiros ou desenvolvam os seus próprios softwares — inibindo, portanto, a concorrência.

A acusação foi estimulada pelo fato de o Android estar em 99% dos celulares vendidos no país. Com base nesse dado, para a CCI fica claro que outras desenvolvedoras de softwares não possuem chances mínimas de concorrer com a gigante de  Mountain View.

Além dessa acusação, no início de 2018, a CCI já havia multado a Google em US$ 21 milhões, alegando que a companhia abusa de seu domínio no setor de buscas e anúncios online para se autopromover. A empresa recorreu da sentença, e o recurso ainda será julgado.

 (Fonte: YouTube/Edtech4class/Reprodução)

Multas por monopólio são recorrentes

Essa não é a primeira vez que a Google é multada por práticas semelhantes; todas apontam que a companhia tira proveito de seu domínio de mercado para aniquilar a concorrência. Em 2016, ela foi multada em US$ 6,8 milhões pelo Serviço Federal Antimonopólio da Rússia, devido a uma queixa da Yandex, sobre o fato de o Android bloquear mecanismos de buscas de terceiros.

Em julho de 2018, o baque foi de US$ 5 bilhões. A Comissão Europeia a condenou pela mesma acusação atual iniciada pelo órgão antitruste indiano. A Google recorreu da decisão da Justiça, porém divulgou que pretende solicitar que os usuários informem quais apps de buscas e navegador de internet eles querem receber por padrão em seus smartphones.

No caso da investigação da CCI, ainda deve levar algum tempo até que o veredito final seja apresentado.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Após ser multada na Europa, Google é acusada de monopólio na Índia