Imagem de: Vale do Silício: Google promete US$ 1 bi para ajudar em crise de habitação

Vale do Silício: Google promete US$ 1 bi para ajudar em crise de habitação

1 min de leitura
Avatar do autor

Uma das maiores empresas de tecnologia do Vale do Silício, a Google foi uma das companhias que contribuíram para a crescente crise habitacional na região da Baía de São Francisco, na Califórnia (EUA). Depois de diversas críticas à gentrificação da área e à forma como as organizações tratam a situação, o CEO Sundar Pichai se comprometeu em fazer a sua parte com um investimento de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 3,8 bilhões em conversão direta.

Campus da Google em Mountain View, Califórnia. (Fonte: Austin McKinley/Reprodução)

Com a enorme quantidade de grandes corporações instalando as suas sedes na região, o valor dos imóveis subiu sem precedentes, fazendo com que milhares de pessoas não conseguissem mais pagar seus aluguéis. Esse fenômeno fez com que a Baía de São Francisco se tornasse a área com o custo de moradia mais caro dos Estados Unidos, segundo o portal The Verge.

Na tentativa de mudar esse cenário, Pichai anunciou em uma publicação que a Google reaproveitará terrenos avaliados em US$ 750 milhões para a construção de novas unidades de habitação e criará um fundo de US$ 250 milhões para incentivar construtoras a fazerem casas de baixo custo. Além disso, a companhia garante que doará US$ 50 milhões para entidades sem fins lucrativos que dão apoio a pessoas em situação de rua. Esse investimento acontecerá ao longo de 10 anos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Vale do Silício: Google promete US$ 1 bi para ajudar em crise de habitação