Imagem de: Apple e Amazon levam nota máxima em avaliação sobre inclusão LGBTQ

Apple e Amazon levam nota máxima em avaliação sobre inclusão LGBTQ

1 min de leitura
Avatar do autor

Duas das maiores empresas do atual mercado da tecnologia atingiram a melhor avaliação possível no ranking anual Corporate Equality Index, uma lista feita pelo Human Rights Campaign Foundation que verifica o quanto as companhias são abertas à inclusão e igualdade LGBTQ.

Apple e Amazon receberam a nota 100 na avaliação de 2019, o que significa que elas cumprem com maestria três critérios: manter políticas de não-discriminação entre entitidades parceiras; garantir benefícios igualitários para trabalhadores LGBTQ e suas famílias; e apoiar uma cultura inclusiva junto de responsabilidade social no mundo corporativo.

As duas foram avaliadas por fazerem parte do top 20 de empresas de maior rendimento segundo a revista Fortune. Além da nota máxima, foi elogiado o apoio de entidades ligadas a essas empresas que não são da área, mas se interessam e atuar a favor da diversidades.

Muito a melhorar

Do setor de tecnologia, outras marcas famosas também participaram da pesquisa: Walmart, General Motors, AT&T e Chevron também levaram nota 100, enquanto Ford, General Electric e Verizon ficaram com 90 pontos. A Exxon Mobil tirou 85. Só que ainda há muito a melhorar — e o ranking afirma que continua vigilante. Você pode ver o estudo completo aqui (em inglês).

Vale lembrar que a Apple em especial dá bastante atenção ao setor. O CEO, Tim Cook, é gay e costuma militar a favor dos direitos LGBTQ. Além disso, a empresa costuma homenagear há alguns anos o mês do orgulho gay, que é agora em junho, com edições especiais de seus produtos.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Apple e Amazon levam nota máxima em avaliação sobre inclusão LGBTQ