Adoção mundial do 5G pode atrasar devido a sanção dos EUA contra a Huawei

3 min de leitura
Imagem de: Adoção mundial do 5G pode atrasar devido a sanção dos EUA contra a Huawei
Avatar do autor

Os Estados Unidos apertaram sua ofensiva na guerra comercial contra a China, obrigando grandes grupos norte-americanos, como a Google, a Intel e a Qualcomm, a cessarem o suporte de tecnologia para a gigante Huawei e outras companhias chinesas. Isso gera uma série de consequências, das quais a que maior preocupação fica por conta a chegada do 5G — a Huawei é líder no fornecimento de equipamentos de rede para a próxima geração de internet móvel.

Vale destacar que a Huawei não somente é a maior fabricante de infraestrutura como distribui componentes vitais para 5G para a Qualcomm, a Intel e a Micron. Segundo a firma de pesquisa de mercado Gavekal, os estadunidenses correspondem a ? da cadeia de fornecimento da companhia asiática, que também vende seus modems 5G para outras fabricantes, como a Samsung e a Apple.

"Isso pode atrasar a cadeia de suprimentos da Huawei nos Estados Unidos e potencialmente atrasar o 5G na China", disseram Edison Lee e Timothy Chau, analistas da corretora Jefferies. Eles classificam o cenário como um "pesadelo" para a adoção do novo sistema.

O mundo todo deve sentir esse atraso

Além dos contratos na China, a Huawei assinou dezenas de outras parcerias comerciais com o 5G em todo o globo, incluindo 25 na Europa e 10 no Oriente Médio. Pode ser mais difícil cumprir os objetivos firmados nessa documentação se chinesa não puder usar as peças dos fornecedores norte-americanos.

Huawei já vem se preparando para interromper e diversificar a cadeia de abastecimento há algum tempo

Analistas acreditam que a Huawei está atualmente mais bem posicionada para contornar a proibição aplicada por Trump. Embora esteja na infraestrutura de um considerável número de pequenas operadoras de telefonia móvel no interior dos Estados Unidos, a companhia vem sendo “observada mais de perto” pelo governo ianque desde 2012, quando começaram as acusações de espionagem. Desde então, ela vem se preparando para interromper e diversificar a cadeia de abastecimento.

"A proibição vai desacelerar a adoção do 5G e, eventualmente, será prejudicial para operadoras e consumidores de telecomunicações em todo o mundo", prevê Charlie Dai, analista da empresa de pesquisa Forrester. A expectativa para a chegada do 5G em vários países ainda está mantida para 2020 — mas o que estaria disponível no início do ano pode ficar para bem mais tarde, por exemplo.

5G

"Restringir a Huawei de fazer negócios nos Estados Unidos não tornará o país mais seguro ou mais forte; em vez disso, isso servirá apenas para limitá-los a alternativas inferiores, porém mais caras, deixando-os atrasados ??na implantação 5G", afirmou a Huawei.

Outras questões importantes

Bem, como já dissemos nas outras matérias, os aparelhos Huawei existentes vão continuar operando alguns serviços básicos da Google, como Gmail e o Google Play. Caso nada mude, o suporte deve continuar cerca de mais um ano e não espere por atualizações de segurança ou até mesmo a chegada do Android Q.

Um sistema operacional alternativo da Huawei fica difícil quando se fala em usuários prontos para deixar o Android tradicional e aderir a essa solução

O plano B da Huawei envolve um sistema operacional com base no que já foi alcançado com a interface EMUI. Como a companhia monta seus próprios chipsets para smartphones com a subsidiária HiSilicon, é bem possível que a companhia já tenha acumulado conhecimento suficiente para integrar bem hardware com software — o problema maior aqui é atuar fora da China, onde a empresa terá que encontrar parceiros locais em cada região que for atuar, já que é difícil fazer com o público deixe o Android para aderir à sua alternativa.

Por enquanto, a Honor, subsidiária de sucesso da Huawei na China, não deve ser tão afetada, porque ela tem uma rede de suprimento toda baseada nos arredores da matriz. Há ainda a espera pela decisão da Microsoft, que deve seguir as ações da Google mas não bateu o martelo — existem muitos modelos de laptops da Huawei com Windows 10.

Assinatura The BRIEFVenha para o The BRIEF

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Adoção mundial do 5G pode atrasar devido a sanção dos EUA contra a Huawei