Uber recebe investimento de US$ 1 bilhão de gigantes japonesas

1 min de leitura
Imagem de: Uber recebe investimento de US$ 1 bilhão de gigantes japonesas
Avatar do autor

A Uber anunciou que sua a unidade Advanced Technologies Group (ATG) recebeu investimento de US$ 1 bilhão da montadora Toyota, da operadora SoftBank e da fabricante de componentes automotivos Denso. O montante deverá ser usado para o desenvolvimento de tecnologias de carros autônomos da empresa de viagens compartilhadas.

Toyota e Denso injetaram US$ 667 milhões, enquanto o SoftBank ofertou US$ 333 milhões. Com o acordo, a unidade da ATG passa a ser avaliada em US$ 7,25 bilhões. A essa estimativa soma-se ainda outro investimento de 2018 da montadora japonesa para a Uber, de US$ 500 milhões, que deve ser aplicado na criação de uma pequena frota autônoma de minivans da linha Sienna.

Minivan Sienna, da Toyota (Fonte: Toyota/Divulgação)

“Esse investimento e nossa forte parceria com o Grupo Toyota são um testemunho do incrível trabalho de nossa equipe do ATG até hoje e do futuro promissor para esse importante projeto com grandes parceiros”, afirmou o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, em comunicado oficial.

“O desenvolvimento da tecnologia de condução automatizada transformará o transporte como o conhecemos. O anúncio de hoje, junto de nossos relacionamentos contínuos com fabricantes e fornecedores, ajudará a manter a posição da Uber na vanguarda dessa renovação”, completou.

Segundo publicação oficial da empresa, a Toyota deverá ainda investir US$ 300 milhões na Uber nos próximos 3 anos. Tal valor deverá ser usado para cobrir custos de concepção, desenvolvimento e comercialização dos veículos autônomos e de serviços de transporte compartilhado.

A oferta pública da Uber, que ocorre no fim de 2019, pretende arrecadar mais US$ 10 bilhões, quantia capaz de gerar à companhia uma valorização de até US$ 100 bilhões.

(Fonte: Uber/Divulgação)

Uber absolvida

No ano passado, a Uber foi processada por causar a morte de Elaine Herzberg, uma pedestre de 49 anos de idade, durante testes de carros autônomos da companhia. O acidente forçou o encerramento desse tipo de atividade na cidade de Tempe, no Arizona. A justiça local decidiu, recentemente, que a Uber não foi responsável pela fatalidade.

O anúncio do investimento foi feito pouco tempo depois do resultado do processo, provavelmente para reforçar a confiança da qual a empresa precisava nesse sentido. Os testes com os carros sem motoristas humanos foram retomados em Pittsburgh, na Pensilvânia, onde a ATG está sediada.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Uber recebe investimento de US$ 1 bilhão de gigantes japonesas