A pequena cidade canadense de Innisfil anunciou que vai começar a aceitar pagamentos de impostos em Bitcoin. Trata-se de um período de um ano, em que o novo método de pagamento será avaliado e, se a prefeitura o julgar como bem-sucedido, vai torná-lo oficial em 2020.

A novidade será possível devido a um acordo entre a prefeitura e uma empresa terceirizada, que vai receber as moedas digitais e repassar os pagamentos para a prefeitura já convertidos para moeda fiduciária. Existe, também, a possibilidade desses pagamentos começarem a ser aceitos em outras criptomoedas, como Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash e Ripple.

Fonte: Dmitry Moraine/Unsplash

O pagamento de impostos com criptomoedas vai permitir, além da segurança e agilidade providos pela plataforma da blockchain, uma economia para os cidadãos de Innisfil que, de acordo com a empresa contratada pela prefeitura, será de 50 por cento nas taxas cobradas em pagamentos realizados com cartões de crédito.

Mas é óbvio que as pessoas também podem ir até o banco e efetuar seus pagamentos sem nenhuma cobrança de taxa. Portanto, o pagamento com criptomoedas terá que ser analisado quanto à adesão dos cidadãos, já que até a Microsoft e a Steam abandonaram a possibilidade de aceitar moedas digitais, alegando que a ideia não chamou a atenção de muitos usuários.

De qualquer forma, o prefeito de Innisfil, Lynn Dollin, se disse orgulhoso por sua cidade ser a primeira do Canadá a aceitar Bitcoin como moeda, mesmo que ainda não seja de forma oficial.