No dia 7 de julho de 2018, um funcionário da loja da Apple no Terminal Grand Central, achou um pacote meio suspeito. Ao abrir e tomar conhecimento do que poderia ser o conteúdo, o funcionário logo entrou em contato com a polícia nova-iorquina. De acordo com as autoridades, dentro do pacote, endereçado a “R De Sain”, estavam 559 gramas de metanfetamina.

No dia seguinte (08/07), Richard Dean Desain, de 32 anos, foi preso ao chegar na loja da Apple para buscar o pacote. Em comunicado à impressa, a Promotoria Especial de Narcóticos de Nova Iorque revelou que Desain havia providenciado várias remessas da substância, num total de dezenas de milhares de dólares, e que seriam distribuídas pela cidade.

Durante a prisão de Desain, a polícia ainda apreendeu mais um pacote com mais de 100 gramas de metanfetamina.

Na última segunda-feira (14/01), após uma investigação que durou meses, a polícia concluiu que Desain utilizava serviços de entrega de pacotes para distribuir a substância proibida por toda Nova Iorque e regiões próximas. Ele, provavelmente, enviava de um local, buscava no endereço destinado, e depois ia levar o carregamento num local final. A polícia ainda conseguiu grampear um de seus telefones, conseguindo informações sobre preços e tamanhos padrão.

Embora tenha sido preso em fragrante, Desain se declarou inocente. Ele está detido sob a fiança de US$ 100 mil.

Cupons de desconto TecMundo: