Intel aproveitou o período pré-IFA 2018 para apresentar novidades na área de processadores. Trata-se das novas linhas Intel Core de 8ª geração para dispositivos portáteis, mais precisamente a Série U e Série Y.

Eles são baseados na microarquitetura Whiskey Lake de 14nm++ e devem aparecer em ultrabooks e híbridos em breve no mercado. Segundo a marca, o objetivo é "ajudar você nas coisas que são significativas", permitir que você "seja o mais criativo que puder" e "empoderar para conectar e contribuir". A promessa é de garantir desempenho, conectividade, durabilidade de bateria e adaptação a vários dispositivos. 

Os novos modelos da linha Y são os seguintes, com os respectivos valores de clock base e frequência máxima:

  • Core m3-8100Y (1,1 GHz / 3,4 GHz); 2 cores 
  • Core i5-8200Y (1,3 GHz / 3,9 GHz); 2 cores
  • Core i7-8500Y (1,5 GHz / 4,2 GHz); 2 cores

O suporte de memória é até LPDDR3 de 1.866 MHz e todos contam com cache de 4 MB e 4 threads. Já o TDP dos três modelos é de 5 W.

Uma captura de tela.

Já a linha U traz os seguintes chips:

  • Core i3-8145U (2,1 GHz / 3,9 GHz); 2 cores
  • Core i5-8265U (1,6 GHz / 3,9 GHz); 4 cores
  • Core i7-8565U (1,8 GHz / 4,6 GHz); 4 cores

Eles suportam memórias até LPDDR3 de 2.133 MHz ou DDR4 de até 2.400 MHz. O i3 tem 4 threads, enquanto os modelos i5 e i7 possuem 8 threads. O TDP é de 15 W para todos os chips.

Conhecendo melhor

Embora as mudanças na arquitetura não sejam nada radicais, a Intel abrigou um pouco mais de clock e gerenciamento de energia nos novos modelos. A versatilidade entre os aparelhos que terão os processadores deve permitir tanto a experiência do uso cotidiano de um aparelho até experiências em criação de conteúdo e games.

A performance em geral dobrou, as baterias podem durar até mais de 16 horas, a conversão de vídeo está 10,5 mais rápida e o desempenho em navegação na internet melhorou em 1,8x. Além disso, o download de conteúdos como filmes e séries por plataformas de streaming fica 12 vezes mais veloz no WiFi. Todos esses números fornecidos pela Intel são da recém lançada geração contra um PC de cinco anos.

Quem usa dispositivos como laptops para trabalhar também encontra um ambiente favorável graças aos novos chips. A criação de vídeos em 4K ficou 6,5 vezes mais rápida e a edição no software Adobe Lightroom foi acelerada em 2,9 vezes.

Os chips também suportam serviços de assistente pessoal como a Alexa, da Amazon, e a Cortana, da Microsoft. Com elas, você pode navegar usando comandos de voz sem precisar colocar as mãos no PC durante uma sessão de filmes, por exemplo.

Histórico

A 8ª Geração da linha Intel Core começou em agosto de 2017 com o lançamento dos processadores da Série Mobile U, e foi seguida dois meses depois com as famílias Intel Core Desktop K SKU e Premium Consumer.

Essa série foi a primeira cujo chip gráfico para PCs apto a rodar filmes da Netflix em 4K e HDR, além de apresentar a tecnologia Gigabit Wi-Fi para clientes móveis e processadores híbridos para GPUs menos potentes.