Enquanto as lojas da Amazon em vários países estão no período do Prime Day — e os trabalhadores protestam contra as péssimas condições de trabalho nos armazéns da empresa —, o fundador e atual presidente da companhia, Jeff Bezos, ultrapassou a marca de Bill Gates e se tornou o homem mais rico da história recente, com uma fortuna de US$ 150 bilhões.

O número é maior que o alcançado pelo fundador da Microsoft em 1999, durante um período de alta no mercado de tecnologia. Nessa época, a fortuna de Bill Gates, ajustada para valores atuais, era de US$ 149 bilhões. Os valores são do Bloomberg Billionaires Index, que acompanha a variação no patrimônio das 500 pessoas mais ricas do mundo.

Atualmente, a fortuna de Bill Gates é de US$ 95,5 bilhões. Esse número caiu ao longo dos anos pelo fato do bilionário ter doado grande parte do que acumulou durante a vida através da Fundação Bill e Melinda Gates, que tem a diminuição da extrema pobreza no mundo e o financiamento de pesquisas científicas entre seus principais objetivos.