A Alphabet, conglomerado detentor da Google, anunciou que Loon e Wing se tornarão empresas completas e independentes. A divisão X de pesquisa da Alphabet fez o anúncio na última quarta-feira (11), onde agora as duas novas empresas serão classificadas como “Outras apostas” dentro da companhia, juntamente com projetos antigos da X - antes chamado de Google X -, como a empresa de segurança cibernética Chronicle, o projeto de carros autônomos Waymo e a divisão de ciências biológicas Verily.

Apesar da designação oficial das empresas sofrerem mudanças, o trabalho feito por cada uma permanecerá o mesmo. Ou seja, o Loon deve continuar trabalhando com o uso de balões para levar internet para áreas sem a estrutura de cabos, antenas e todos os outros equipamentos necessários para o funcionamento da web, enquanto o Wing vai continuar construindo drones de entrega de pacotes.

Vale dizer que nenhuma das empresas teve atualizações do andamento dos projetos durante o anúncio, entretanto a Alphabet aparentemente tem tido bons resultados com o trabalho, levando em consideração as promoções internas.

Como isso, o comando das duas empresas também mudará e durante o anúncio foi informado quem ficará responsável pela administração das novas empresas: Alastair Westgarth foi nomeado o novo CEO da Loon, e James Ryan Burgess foi o escolhido para o cargo de CEO da Wing. Agora, com a novidade, é esperado que as empresas tornem-se negócios de sucesso num futuro próximo.

Com essas novidades a caminho, é possível que os próximos investimentos da divisão X estejam ligados à robótica, ótica do espaço livre e o espectro de realidade aumentada da Google do passado, o Glass.