A Apple está sendo alvo de uma ação coletiva, de acordo com o site AppleInsider. O motivo seria problemas no teclado butterfly, um mecanismo presente em MacBooks Pro produzidos após 2015. O processo, apresentado no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, alega que a empresa estava ciente dos defeitos do teclado antes mesmo de lançá-lo.

O caso foi apresentado por dois clientes, Zixuan Rao e Kyle Barbaro, que compraram MacBooks Pro nos últimos anos. Ambos tiveram problemas com o teclado e recorreram à assistência técnica da Apple. O primeiro recusou a oferta da empresa de enviar o computador para a Central de Reparo após a loja não conseguir resolver o problema. Já o segundo aceitou o conserto oferecido pela empresa, mas o teclado voltou a apresentar defeitos. Como já estava fora da garantia, a Apple teria lhe cobrado para resolver o que era necessário.

1

A ação sustenta que milhares de usuários sofreram com algum tipo de falha. Uma das principais reclamações se refere ao teclado tornar-se inutilizável devido a travas do mecanismo butterfly. Os problemas parecem tão disseminados que mais de 20 mil pessoas assinaram uma petição exigindo um recall dos MacBooks com teclado butterfly.

O ponto mais prejudicial para a Apple no processo é que os requerentes a acusam de ocultação fraudulenta de informações, por supostamente esconder dos consumidores que sabiam dos problemas apresentados pelos teclados. Uma das demandas dos autores da ação é justamente que a Apple reconheça publicamente os defeitos do teclado.

O teclado butterfly foi apresentado pela Apple em 2015, com o diferencial de ser projetado para proporcionar maior conforto e responsividade ao usuário. Visualmente, não é muito diferente do teclado anterior, mas o mecanismo butterfly deveria ser responsável por uma digitação mais suave.

Cupons de desconto TecMundo: