A Intel confirmou nesta terça-feira (8) que está alimentando o novo sistema de infotainment — tecnologia fundamentada em informação e entretenimento para melhorar a experiência do condutor ou passageiros de carros , que a Volvo vai implantar em futuros veículos.

A fabricante de chips informou que um SoC automotivo (System-on-Chip) Atom está no coração do sistema Sensus da próxima geração da montadora sueca. Previsto para estar disponível nas concessionárias nos próximos dois anos, ele será baseado no Android com uma capa personalizada para a Volvo.

Google Maps será previamente carregado, junto com o Assistente do Google, mas cada um vai operar de maneira independente, sem qualquer necessidade de um smartphone conectado. Além disso, será possível acessar a Google Play Store para baixar mais aplicativos.

Para que a novidade dê certo, a Intel vai contribuir com um novo chipset no qual tudo funciona. Ele foi exibido nesta semana na Google I/O 2018, em um protótipo do crossover Volvo XC40. "Com o Android rodando em SoCs automotivos da Intel Atom, as montadoras obtêm processamento otimizado, as mais recentes versões de software e recursos de segurança", informou a fabricante de chips.

2

Apesar de os esforços da indústria automotiva se concentrarem em veículos autônomos no momento, ainda é preciso investir nos carros operados por humanos. Por isso, aprimorar os sistemas de infoentretenimento com tecnologias avançadas pode ser uma excelente aposta, principalmente pelo fato de que o uso dos smartphones tem crescido cada vez mais.

Levando em consideração que, normalmente, os smartphones e tablets possuem constantes atualizações, isso também começou a ser esperado em carros: que invistam não só em correções de bugs, mas também em um sistema de infoentretenimento.