A Nintendo — e todos os fãs que compram ou importam um console Nintendo Switch dos Estados Unidos — terá que lidar com uma nova dor de cabeça em breve. Uma fabricante de acessórios e controles está processando a gigante japonesa por uma suposta infração de patentes que pode trazer séries consequências.

Segundo o site Engadget, a responsável pelo processo é a Gamevice, empresa que lançou o Wikipad e uma linha de controles que são acoplados em dispositivos móveis, como smartphones. Ela afirma que o Nintendo Switch viola a patente pertencente à marca de "gamepads portáteis e acessórios relacionados".

Um eletrônico.O principal dispositivo da Gamevice e pivô do processo.

Como punição, ela inciou um processo pedindo a desistência da Nintendo na infração — ou seja, o fim das vendas do Switch nos EUA.

A palavra da lei

Um dos órgãos responsáveis por registros de patente no país começou as investigações, mas ainda não decidiu se a reclamação é válida. O prazo para essa resposta é de até 45 dias.

Segundo a instituição, a patente diz respeito especificamente a "sistemas controladores com partes acopláveis nos dois lados de um dispositivo eletrônico, como um smartphone ou tablet, e essa parte se encaixa nas mãos do usuário para que ele tenha controle nos jogos". A Gamevice já tentou processar a Nintendo por violar as patentes do Wikipad em agosto de 2017 também por causa do Switch, mas desistiu da ação dois meses depois.

Cupons de desconto TecMundo: