Google vem expandindo seus data centers – centros de processamento de dados − em diversas localidades dos Estados Unidos desde 2006, tanto que em abril de 2018 foi anunciada sua oitava construção nesse sentido no país. Como resultado, foram gerados US$1.3 bilhões em atividades econômicas e 11.000 novos empregos.

Esse impacto econômico foi recentemente apresentado pela companhia em relatório preparado e publicado pela Oxford Economics – empresa especializada em previsão quantitativa e análise de dados. No material, também é apontado que, para a construção e ampliação de seis desses empreendimentos – localizados nos estados do Iowa, Oklahoma, Carolina do Norte, Carolina do Sul Colorado e Oregon −, foram investidos US$10.5 bilhões.  Só nesses campi, foram contratados 1.900 funcionários. Além disso, 1.100 trabalhadores do setor da construção civil foram empregados anualmente para atividades de manutenção. 

O documento ainda estima que mais 4.700 postos de trabalhos nos setores de varejo e lazer foram abertos, por meio da presença dos data centers. Nesse sentido, “o impacto da Google nas comunidades começa com investimento e geração de empregos, graças à construção dos data centers. Os efeitos também incluem desenvolvimento amplo de trabalho, novos fluxos de receita e reputação como um bom lugar para se fazer negócios”, afirma Deborah Murray, diretora executiva da Comissão de Desenvolvimento Econômico do Condado de Lenoir, na Carolina do Norte.

Outro aspecto importante é que a companhia fez a expansão com foco em sustentabilidade. Nesse sentido, ela investiu US$2.1 bilhões em oito projetos de energia renovável no país. Para isso, nasceram mais de 2.800 empregos temporários no setor de construção civil. Também surgiram 70 novas funções full-time. Ao longo de todo o trabalho, a Google ainda criou programas de subsídios para ajudar escolas e comunidades locais com aulas de programação e atividades voluntárias. 

Cupons de desconto TecMundo: