Um sistema de descarte de resíduos de longa duração é a novidade do próximo traje espacial que a NASA está lançando. Em outras palavras, um banheiro embutido na roupa que será usada pelos astronautas!

Este novo sistema integra o que a NASA vem chamando de Orion Crew Survival System Suits (OCSSS), um tipo de vestimenta que visa ser praticamente autoficiente em situações extremas. Nela, os astronautas devem conseguir se alimentar, urinar e também defecar sem trocar de roupa.

Trata-se de um sistema de segurança de alta durabilidade, preparado para casos em que o astronauta seja obrigado a se manter no traje para sobreviver — como em situações de despressurização, por exemplo.

NASA 1

Os trajes OCSSS estão sendo criados por engenheiros da NASA especialmente para a tripulação da aeronave Orion, uma nave grande e resistente o suficiente para ir e voltar da Lua. Para que a meta de durabilidade de até seis dias sem tirar o traje seja alcançada, os desenvolvedores da roupa precisam pensar em uma forma de neutralizar os odores, mas também lidam com a questão da decomposição dos dejetos  afinal, quem é que quer ficar seis dias dentro da mesma roupa, com o banheiro acoplado nas costas, não é mesmo?

A questão do uso do banheiro é um drama antigo da NASA. Nas primeiras aeronaves, desde do projeto Apollo, essa questão já vinha sendo debatida. Nas primeiras viagens para fora da órbita da Terra, os astronautas usavam sistemas bem parecidos com fraldas para a coleta de fezes e, para a urina, os trajes possuíam um sistema que coletava o líquido por meio de um acessório similar a um preservativo.

2

No caso das mulheres, quando foram incluídas no programa da agência espacial elas utilizavam o sistema de absorção similar às fraldas, uma vez que um acessório de coleta não teria como funcionar da mesma forma com a estrutura fisiológica feminina.

Vale lembrar que, no espaço, os líquidos não escorrem como acontece na Terra. Eles tendem a permanecer conectados à região que os expeliu, formando pequenas bolhas, o que não deve ser uma sensação nada agradável!

Além do desconforto, há a questão de proliferação de bactérias. Junto a tudo isso, os cientistas que estão elaborando os trajes espaciais femininos também precisam levar em consideração a questão das diferentes anatomias femininas, dos pelos pubianos e do período menstrual.

O mais curioso, no entanto, é que a NASA não é a primeira a pensar nessas tecnologias para urinar sem ir ao banheiro, de fato.

Os engenheiros responsáveis pelo projeto da OCSSS estão levando em consideração uma série de tecnologias já existentes e se inspirando em soluções criadas para uso em acampamentos e por pilotos de avião, por exemplo.

Agora é esperar para ver o que eles vão inventar e que essa nova tecnologia siga a linha dos famosos travesseiros da NASA e seja logo disponibilizada para o restante da população! Seria o sonho de quem está sempre correndo e não tem tempo nem de ir ao banheiro!

Cupons de desconto TecMundo: