Já faz algum tempo que sabemos que a Apple resolveu fazer um grande corte na produção do iPhone X após seu aparelho aparentemente ter “encalhado” nas prateleiras. Isso, por sua vez, parece estar afetando a Samsung consideravelmente – afinal, a fabricante era responsável pela produção da maior parte dos painéis do smartphone da Maçã, o que estaria resultando não só em um excesso de estoque do componente, como também em uma enorme capacidade de produção não utilizada pela companhia.

Como resultado, não deve ser surpresa descobrir que, segundo rumores da Nikkei, a Samsung também está cortando a produção de seus displays para em torno de 60% do plano original. Isso não quer dizer, é claro, que a companhia deve deixar esse espaço sem uso: desde o anúncio do corte pela Maçã, a sul-coreana estaria procurando novos negócios com outras clientes, em uma busca para reduzir os prejuízos causados.

Se ela teve sucesso nessas investidas? Está aí um mistério ainda não respondido. Mas é bom que ela tenha conseguido, pois as informações da Nikkei ainda indicam que um novo corte pode estar para ocorrer.