NVIDIA e Continental criam parceria em projeto para carros autônomos

1 min de leitura
Imagem de: NVIDIA e Continental criam parceria em projeto para carros autônomos
Avatar do autor

Os carros autônomos parecem cada vez mais próximos de nossa realidade, tanto que grandes companhias têm investido fortemente para fazê-los acontecer. Exemplo disso é a nova parceria entre a NVIDIA e a Continental, união que não poderia ser mais certeira. A fabricante de pneus e peças automotivas tinha como objetivo lançar uma plataforma para essa linha de veículos. Já a companhia de tecnologia tem procurado se firmar no segmento, criando chipsets baseados em Inteligência Artificial (IA).

Em comunicado oficial, a Continental informou que a parceria tem como meta o desenvolvimento de uma IA baseada em uma das plataformas de veículos autônomos da NVIDIA. Isso deverá ser apresentado em 2021 e contemplará níveis que vão do 2 até o 5, conforme determinação da SAE (Society of Automotive Engineers/Sociedade de Engenheiros Automotivos). A ideia é que essas opções possam atender a diferentes necessidades dos usuários.

A especificação citada é feita de modo escalar, considerando níveis que vão do 1 ao 5, em que o valor máximo é tido como um carro que dispensa completamente o uso de motorista. Nesse caso, a companhia alemã afirma que o automóvel 100% autônomo não contará com a presença de pedais e volante.

Plataforma da NVIDIA conta com processador poderoso

A plataforma da NVIDIA inclui também o processador Xavier  recentemente anunciado na CES 2018 , um system on chip/sistema em um chip de alta performance, criado para funcionar como o “cérebro” de carros autônomos. De acordo com Elmar Degenhart, CEO da Continental, os veículos do futuro devem agir como um computador sobre rodas, que precisaria de tecnologias poderosas como a de um supercomputador baseado em IA. Ele ainda defende que a as soluções da NVIDIA poderão disponibilizar maior segurança, conforto e personalização para esses carros.

Entretanto, a Continental não deve se voltar para a construção completa desse tipo de veículo, mas sim atuar como uma espécie de fornecedor no setor. Nesse sentido, diversas montadoras poderão usar a plataforma para integrar seus automóveis, o que deve beneficiá-las na otimização do uso de tempo e/ou dinheiro, uma vez que não será preciso criar sua própria tecnologia. 

Apesar de a NVIDIA ser amplamente conhecida no mercado de games, parece que a empresa está cada vez mais interessada em cravar seu nome no setor tecnológico de carros autônomos. Suas soluções avançadas renderam até o momento parcerias com grandes companhias, como Uber, Tesla, Volkswagen e Mercedes-Benz, entre outras.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
NVIDIA e Continental criam parceria em projeto para carros autônomos