Quem já vem acompanhando o mercado de criptomoedas sabe que elas são um tanto instáveis. Mas enquanto, de maneira geral, o Bitcoin sofre quedas pequenas e vem apresentando um crescimento vertiginoso, as últimas 24 horas mostraram que a famosa moeda virtual também pode passar por subidas e quedas dignas de montanha-russa.

Basta conferir o gráfico logo abaixo, trazido pela CoinDesk, para entender do que estamos falando. No espaço de apenas algumas horas, o Bitcoin foi de seu recorde anterior de pouco mais de US$ 9 mil para passar a marca dos US$ 11 mil; logo depois, porém, o preço da moeda caiu drasticamente, chegando aos US$ 9,3 mil.

Gráfico do valor de Bitcoins

O motivo para tamanha queda? Bem, não deve ser surpresa descobrir que um aumento tão absurdo no valor do Bitcoin resultou em um número igualmente grande de novos interessados em investir nesse mercado. Empresas como a Coinbase relataram ter recebido um tráfego oito vezes maior do que em seu último pico com pessoas criando novas carteiras virtuais; já o Blockchain.info teria passado de 120 mil novos usuários nesse período, segundo o investidor Jeremy Liew.

Isso, por sua vez, fez com que esses serviços sofressem enormes problemas de tráfego e lentidão, com muitos usuários ficando impossibilitados de acessar suas contas. Em questão de apenas três horas, a moeda caiu em 18%, mas já voltou a crescer e alcançar a marca dos US$ 10 mil, como se nada tivesse acontecido.

Cupons de desconto TecMundo: