Uma pesquisa do mercado de blockchain feita pela firma Chainalysis revelou algo nada animador para quem investe em Bitcoins. Segundo os dados publicados na revista Fortune, entre 2,78 e 3,79 milhões das famosas criptomoedas estão completamente perdidas – números que equivalem a de 17% a 23% de todas as Bitcoins existentes.

Em sua maior parte, as perdas seriam resultado das primeiras emissões feitas com essas moedas, lá na época em que elas valiam poucos centavos; de fato, 100% das moedas originais teriam sido perdidas. Com elas tendo alcançado valores recorde de US$ 9 mil, é claro, não deve ser surpresa saber que não houveram perdas nas moedas mineradas em 2017.

Quanto às moedas usadas em transações ou em investimentos estratégicos? Dessas, espera-se uma perda de apenas 4%, no total.

Gráfico de Bitcoins perdidas

Seja como for, isso leva a um fato bastante preocupante: as Bitcoins podem ser mais escassas do que nós pensamos. Há também a possibilidade de que o mercado já esteja levando essas moedas perdidas em consideração, o que torna o impacto dessa falta de moedas ainda mais difícil de prever.

Cupons de desconto TecMundo: