Elon Musk afirmou ontem (05) via Twitter que a Tesla, sua empresa que fabrica baterias e carros elétricos, poderia reconstruir a rede elétrica de Porto Rico assim como já fez em ilhas menores. A empresa teria capacidade de escalar o sistema que já possui, que utiliza baterias e painéis solares, para uma população maior sem nenhum grande problema.

“O time da Tesla já refez redes elétricas para muitas ilhas menores pelo mundo, mas não há limite para escalar o projeto. Portanto, isso pode ser feito em Porto Rico também”, disse o empresário no microblog em resposta a um seguidor que compartilhou com ele um artigo de título “Porto Rico tem uma chance única para repensar como produz sua eletricidade”.

Para se ter uma rede mais resistente, o ideal seria construí-la de forma mais distribuída, o que a tornaria menos suscetível a desastres como os causados pelo Furacão Maria no fim de setembro. Para tal, seria necessário espalhar campos de painéis solares em várias partes da ilha, bem como complexos de baterias, para que falhas em uma dessas localizações não afetem toda a rede.

Musk, entretanto, explica que, para isso acontecer, as autoridades em Porto Rico e nos Estados Unidos deveriam tomar essa decisão de forma conjunta para que uma mudança seja feita. Caso a ilha prefira simplesmente reparar as instalações que já possui, um projeto completamente diferente como a energia solar armazenada em baterias, não teria vez.

Painéis solares destruídosPainéis solares destruídos por furacão em Porto Rico

Porto Rico já tinha instalações para geração de eletricidade eólica, bem como solar, mas elas representavam muito pouco da matriz energética total da ilha, que era essencialmente gerada a partir da queima de petróleo. Apesar de se falar em projetos de reconstrução, ainda não foram estimados valores para uma empreitada dessa magnitude.

turbinas eólicas danificadasTurbinas eólicas danificadas em Porto Rico

Logo depois do desastre, a Tesla chegou a enviar várias baterias Powerwall para a ilha, a fim de ajudar os moradores que já possuíam painéis solares, mas os instaladores locais estavam cobrando até US$ 12 mil para fazer a integração com o que os moradores já tinham. Normalmente, o preço desse serviço nos EUA gira em torno de US$ 800 e US$ 2 mil, fora o custo da bateria em si.

Cupons de desconto TecMundo: