Depois de a Apple acabar com a alegria de seus antigos parceiros da Imagination Technologies ao avisar que começaria a desenvolver seus próprios chips gráficos, a empresa britânica se viu sem saída.

Seis meses depois do baque (e de ver suas ações perdendo valor rapidamente), a companhia decidiu mesmo vender parte dos seus negócios e deve ser finalmente adquirida pela Canyon Bridge. O valor da brincadeira? “Apenas” 550 milhões de libras – algo como R$ 2,3 bilhões.

Apesar de a compradora do negócio ser uma firma de capital privado sediada no Vale do Silício, boa parte da grana vem do Yitai Capital, um fundo de investimento chinês. Com isso, a China deve ganhar mais um poderoso aliado para suprir a demanda por componentes no segmento mobile e de eletrônicos.

Uma história complicada

Mesmo com o acordo fechado para a venda da sua divisão de GPUs para celulares, a Imagination Technologies ainda não considera terminada a sua conversa com a Apple. E isso no mal sentido. Afinal, a Empresa da Maçã realmente mostrou que estava falando sério e liderou a criação do novo chip de seus smartphones: o A11 Bionic, feito sob medida para tecnologias bastante exigentes – como inteligência artificial e realidade aumentada.

Sua antiga aliada, no entanto, acredita que Tim Cook e companhia continuam a utilizar patentes e recursos desenvolvidos por ela e afirma que vai entrar na Justiça para tirar isso a limpo. “A Apple não apresentou nenhuma evidência para sustentar sua afirmação de que não vai mais precisar da tecnologia, das patentes, das propriedades intelectuais e das informações confidenciais da Imagination”, explicou um representante da firma há alguns meses.

Cupons de desconto TecMundo: