Por essa muitos não esperavam. Depois de construtoras e frigoríficos, chegou a vez de uma empresa de tecnologia ser mencionada na operação Lava Jato: a Google. A informação foi divulgada na última sexta-feira (15) pelo jornalista Ancelmo Gois em sua coluna no jornal O Globo.

Segundo Gois, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, bloqueou R$ 400 mil da empresa pelo fato de ela não entregar informações que foram exigidas pela Justiça. Além disso, o magistrado também ordenou o pagamento de multa diária de R$ 100 mil contada a partir do dia 4 de setembro até que a Gigante das Buscas normalize a sua situação com as autoridades.

Quanto ao processo, esse tramita em segredo de Justiça, mas a Google recebeu uma ordem judicial para apresentar dados importantes aos procuradores em 23 de agosto. Porém, aparentemente a companhia ignorou a solicitação e sequer entrou em contato com as autoridades.

A Google recebeu uma ordem judicial para apresentar dados importantes aos procuradores em 23 de agosto

Procurada pela imprensa, a Google informou que não vai se pronunciar sobre o caso em questão.

Cupons de desconto TecMundo: