A Samsung passou um final de 2016 complicado no que toca aos problemas de bateria. O Galaxy Note 7 foi um fiasco por causa das explosões e super aquecimentos, então, a companhia agora está buscando a redenção. Para isso, além de começar um trabalho totalmente novo e mais rigoroso nas linhas de produção em todas as fábricas, a Sammy também está buscando profissionais especialistas fora da Coreia do Sul, especificamente nos Estados Unidos e Europa.

Boa, Sammy: esse é o mínimo que esperamos de uma companhia

De acordo com o The Investor, a Samsung está na caça atrás de especialistas em baterias. Os relatos indicam que a companhias buscam profissionais com vasta experiência no desenvolvimento de materiais e células de bateria. Além disso, ela exige que os candidatos tenham diploma de mestrado ou doutorado.

Não há muitos detalhes extras, apenas que alguns candidatos já estão sendo entrevistados pela equipe de recursos humanos da Samsung nos Estados Unidos — nada ainda sobre a Europa.

Com as medidas extremas de segurança e a nova leva de profissionais especializados, a Samsung deixa claro que busca exorcizar de uma vez por todas quaisquer questões sobre baterias explosivas. Boa, Sammy: esse é o mínimo que esperamos de uma companhia.

Veja como anda o processo de checagem de baterias na Samsung

Cupons de desconto TecMundo: