O aplicativo de mensagem Tango, conhecido por oferecer chamadas de voz e de vídeo, agora terá uma aba, apropriadamente chamada de Tango Shop, que permite comprar produtos do site AliExpress e da rede varejista Walmart nos Estados Unidos.

AliExpress é o site de compras do grupo Alibaba, um gigante chinês do e-commerce que havia investido US$ 250 milhões no Tango. A companhia que criou o app tem uma porcentagem das vendas, mas os detalhes não foram anunciados.

Quando o usuário aciona a aba Tango Shop, ele verá uma lista de produtos selecionados pelos editores do aplicativo, mas também é possível procurar por itens com o buscador. Em algum momento, a lista será personalizada com base em compras anteriores e pelos itens buscados.

Haverá também produtos de baseados na época do ano. A ideia é que as pessoas já falam naturalmente sobre compras e o aplicativo quer facilitar a transição entre a intenção e o ato.

De olho na classe média norte-americana

A parceria com o Walmart é estratégica. O Tango possui 300 milhões de usuários. A maior parte deles está nos Estados Unidos e é da classe média. "Estamos tentando conquistar os pais e as mães que não são tecnologicamente sofisticados, mas se comunicam todos os dias", diz Chi-Chao Chang, vice-presidente de produto da Tango.

É uma maneira de se diferenciar de concorrentes como o Messenger do Facebook e o Snapchat, que oferecem um sistema de pagamento, mas não uma janela de shopping. No entanto, o We Chat, da gigante Tencent, oferece um serviço similar na China.

Mais para frente, a companhia quer oferecer produtos de mais lojas, além de um sistema que permite ao próprio usuário vender suas coisas. "Se você está procurando por uma moto, há novas e usadas", compara Chang. "Queremos oferecer opções para nossos consumidores".

O que você acharia se o WhatsApp oferecesse uma função similar?

Cupons de desconto TecMundo: