WhatsApp: 12 bilhões de mensagens diárias (Fonte da imagem: Reprodução/Whatsapp)

Em uma palestra no AllThingsD – Dive Into Mobile, o CEO do Whatsapp, Jan Koum, revelou que o aplicativo para troca de mensagens instantâneas já teria superado o Twitter em número de usuários ativos. Segundo ele, mais de 200 milhões de pessoas utilizam o programa em seu dia a dia.

De acordo com Koum, o aplicativo bateu a marca de 12 bilhões de mensagens enviadas diariamente. Além disso, o diretor também citou que a empresa conta com somente 50 engenheiros, o que segundo ele é algo bastante expressivo se levarmos em conta o todo o tráfego a ser gerenciado.

Poderoso, mas nem tanto

Os números do Whatsapp são realmente impressionantes, contudo, segundo o site norte-americano BGR, também podem preocupar um pouco o executivo. A análise da página é bastante direta e mostra que o ritmo de crescimento do serviço pode estar atingindo o seu limite.

Veja só: em agosto de 2012, o WhatsApp anunciou ter atingido a marca de 6 bilhões de mensagens por dia. Quatro meses depois, em dezembro de 2012, a companhia já comemorava a chegada aos 11 bilhões por dia dia. Agora, após mais um quadrimestre, a companhia apresentou um crescimento muito menor, de apenas 1 bilhão de mensagens a mais.

Há concorrência

Outro ponto citado pela página – e que pode jogar um balde de água fria na empolgação de Jan Koum — é o fato de que a diferença existente entre o WhatsApp e outros programas do gênero é bem menor do que se imaginava.

LINE será uma ameaça? (Fonte da imagem: Reprodução/Google Play)

O BGR cita, por exemplo, o LINE, aplicativo muito popular e que já conta com 130 milhões de usuários, sendo que ele tem muito menos tempo de mercado. Vale lembrar que o LINE foi lançado no verão-norte americano de 2011, ou seja, bem depois do WhatsApp.

Enquanto isso, na Ásia, o KakaoTalk é quem dá as cartas do jogo. O comunicador domina o mercado sul-coreano (terra das gigantes LG e Samsung), contando com 80 milhões de usuários ativos. No Japão, o software também vem ganhando adeptos, batendo a marca dos 10 milhões de downloads recentemente.

Se eles ainda não têm todo o poder do WhatsApp, isso pelo menos serve para mostrar aos seus desenvolvedores que, apesar de o seu programa ser o mais utilizado em todo o planeta, os clientes não veem problemas na hora de experimentar novas opções de mensageiros – algo que deve manter o CEO da companhia sempre alerta.

Cupons de desconto TecMundo: