O empresário Kim Dotcom, dono do finado Megaupload, também não é mais o proprietário do Mega: ele se afastou definitivamente do projeto e o substituto do adorado site de armazenamento foi comprado por um "investidor chinês corrupto". Posteriormente, o governo da Nova Zelândia teria recuperado o controle da página, o que significa que arquivos e informações agora pertencem às autoridades que ele sempre quis evitar — isso segundo Dotcom, claro. Porém, quem disse que ele desiste fácil?

Agora, Dotcom anunciou que vai lançar em breve uma espécie de "Megaupload 3.0". Trata-se da terceira tentativa do rapaz no setor, desta vez um site de armazenamento em nuvem totalmente open-source (de código aberto).

Segundo ele, todos terão "espaço gratuito, ilimitado e criptografado de armazenamento na nuvem com a ajuda de doações da comunidade". Essas contribuições e o constante apoio de usuários atuarão como diferencial no novo serviço.

No final de 2015, uma cláusula contratual que impede Dotcom de lançar um concorrente do próprio serviço acaba e ele poderá investir no novo site. Em breve, o empresário fará um comunicado público na rede explicando a atual situação do Mega na tentativa de convencer os atuais usuários de que a página "não é mais confiável".

Um novo Mega open-source e ilimitado pode dar certo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: