(Fonte da imagem: Reprodução/Slashgear)

O criador do Megaupload, Kim Dotcom, declarou que irá renunciar a seu cargo como diretor de seu novo site de compartilhamento de arquivos, o Mega. Segundo o executivo, a ação tem o intuito de liberar mais tempo em sua agenda para poder trabalhar em outros projetos, como um serviço de músicas e a criação de um partido político, e para se empenhar em sua disputa legal contra as autoridades norte-americanas sobre acusações de infrações contra copyright.

Ainda não há informações concretas sobre a nova ideia musical de Dotcom, mas reportagens indicam que ele tem 22 desenvolvedores trabalhando no projeto, que deve estrear dentro de alguns meses. Embora o nome do serviço ainda seja mantido em segredo, especula-se que possa estar relacionado a uma proposta similar feita anteriormente pelo criador do Megaupload, o Megabox.

Além do projeto musical, o executivo parece ter escrito uma proposta de programa para um partido político, que ele espera que participe das eleições neozelandesas no ano que vem. “Estou animado sobre o partido e me sinto confiante de que posso ajudar a transformar a Nova Zelândia em um participante significativo da economia de internet. Alguém precisa liderar o país em direção ao futuro. Infelizmente, os governantes atuais não sabem como esse futuro vai ser”, afirmou.

Cupons de desconto TecMundo: