(Fonte da imagem: Divulgação/Jolla)

Se você acreditou que o MeeGo tinha morrido, estava enganado. O sistema operacional criado pela Nokia foi abandonado pela empresa finlandesa, mas acaba de ser lançado com outro nome pela Jolla, empresa formada por ex-funcionários da companhia.

O Sailfish foi apresentado pela equipe juntamente com um smartphone da própria Jolla (e que, ao que parece, deverá se chamar Jolla também), com tela de 4,5", processador dual-core, 16 GB de armazenamento expansível, bateria removível e câmera de 8 MP.

Sua característica física mais evidente é a tampa traseira removível com cores chamativas. O aparelho reconhece qual é a cor da tampa que está fixada ao aparelho e altera todo o tema do sistema operacional automaticamente para combinar com ela.

Uma das novidades apresentadas pela empresa é a compatibilidade de aplicativos Android com o sistema. Não está claro como essa integração vai funcionar, nem quantos aplicativos serão suportados, quão bem eles vão trabalhar e onde serão baixados.

Inicialmente, o aparelho será lançado em alguns países europeus, mas espera-se que a Jolla amplie as vendas para outros mercados. O preço do dispositivo será de 500 dólares.

(Fonte da imagem: Divulgação/Jolla)

Fique por dentro

Antes de a Nokia fechar parceria com a Microsoft para tornar-se a principal fabricante de dispositivos que rodam Windows Phone, a empresa finlandesa tentou manter-se no mercado com um sistema próprio novo: o MeeGo.

Porém, todos nós sabemos que essa história não deu certo. O MeeGo foi lançado para apenas um dispositivo, o Nokia N9. Entretanto, alguns dos ex-funcionários da Nokia não aceitaram a mudança, pois acreditavam que o MeeGo era simplesmente “o melhor produto para smartphones do mundo”.

Assim foi lançada a iniciativa Jolla, que desenvolveu um novo sistema operacional chamado Sailfish que é baseado no finado MeeGo. 

Cupons de desconto TecMundo: