A empresa finlandesa Jolla liberou nesta quarta-feira (21) o primeiro vídeo de demonstração do Sailfish, novo sistema operacional portátil que tem como base a plataforma MeeGo. Fundada por ex-funcionários da Nokia, a iniciativa tem como principal objetivo provar que o abandono do sistema operacional em favor do Windows Phone foi um grande erro.

Entre as características que se destacam na novidade está sua homescreen, que concentra funções como a reprodução de músicas e o controle de chamadas sem que seja preciso abrir aplicativos dedicados exclusivamente a essas funções. O Sailfish também chama a atenção pela presença de um gerador automático de temas chamado “ambience”, que se mostra capaz de mudar a aparência do aparelho utilizado a partir da análise de uma fotografia.

Segundo a Jolla, o novo sistema operacional vai ser capaz de rodar grande parte dos aplicativos desenvolvidos para o Android através do software Alien Dalvik, da Myriad. Vale notar que, em alguns casos, será preciso fazer algumas alterações em configurações para que os softwares feitos para o sistema da Google tenham um desempenho considerado satisfatório.

Parcerias e data de lançamento

Os desenvolvedores anunciaram que já estão firmando diversos acordos para trazer a nova plataforma aos consumidores finais. Entre as empresas que apoiam o projeto está a ST-Ericsson, que será a responsável pelo fornecimento dos chips dos aparelhos que acompanharão o sistema operacional de forma nativa. Além disso, uma parceria com a DNA (a terceira maior operadora da Finlândia) vai garantir a possibilidade de utilizar os aparelhos dentro do país.

(Fonte da imagem: Reprodução/MTV 3)

Até o momento, não foi firmada uma data para que o primeiro smartphone equipado com o Sailfish chegue ao mercado. A expectativa da Jolla é a de que a novidade seja lançada no segundo trimestre de 2013, caso não ocorra qualquer problema inesperado em seu processo de desenvolvimento.

Cupons de desconto TecMundo: