Os fãs provavelmente já sabem, mas muitos que não acompanham de perto os lançamentos da Marvel no universo dos quadrinhos nem imaginam. No novo arco narrativo batizado de "Guerras Secretas" ("Secret Wars", no inglês), Thor Odinson, o Deus do Trovão, é substituído por uma mulher. Até o começo de maio, a identidade desse "novo Thor" ainda era um mistério, mas a oitava edição da série esclareceu a questão.

Aquele que agora empunha o martelo Mjölnir e é considerado o Deus do Trovão é ninguém menos que a parceira do antigo Thor, tanto nos quadrinhos como nos cinemas: a doutora Jane Foster. Interpretada por Natalie Portman nas telonas, ela recebeu os poderes de seu amado e foi a escolhida para ser a super-heroína na nova saga da Marvel.

O "novo Thor" revelando a sua identidade.

Por que a Jane Foster?

Na época da revelação, Jason Aaron – responsável por escrever o novo arco narrativo – explicou o motivo de ter escolhido a doutora para ser a Deusa do Trovão: “Jane Foster tem sido uma parte importante das histórias em quadrinhos e da mitologia de Thor desde o começo, praticamente. O fato de ela pegar o martelo, de ser Thor, está matando-a. A história começa agora, de onde vamos a partir daqui”, disse ao The New York Times.

Aaron também introduz uma questão muito importante que envolve a vida da personagem. No atual momento da série, Jane está lutando contra um câncer de mama e, quando deixa o poderoso martelo de lado, volta a sua forma mortal e sofre com a doença. Esse é o motivo pelo qual o "novo Thor" está careca.

Jane Foster agora é a Deusa do Trovão em novo arco narrativo da Marvel.

Mas logo uma mulher? Sim, uma mulher!

A presença de super-heroínas no universo Marvel é uma questão que tem ganhado destaque nos últimos tempos – assim como a falta de personagens femininos nesse meio. A própria interpretação que o estúdio deu para a Viúva Negra – Scarlett Johansson – nos cinemas com o seu envolvimento com o Hulk (Mark Ruffalo) em “Os Vingadores: Era de Ultron” é a prova disso.

Atores do elenco, como Robert Downey Jr. e o próprio Ruffalo, demonstraram apoio a essa "mudança". Aaron também mostrou não estar desconfortável com essa proposta: “A maior parte dos novo leitores parece ser mulheres e garotas, o que é ótimo. Estamos vendo cada vez mais quadrinhos com apelo para essa audiência”, afirma.

O "novo Thor" é uma mulher, tem câncer e está careca.

E você, o que achou dessa revelação? Já sabia da identidade no "novo Thor"? E o que você pensa sobre a proposta de dar maior destaque para os personagens femininos nas histórias? Vale lembrar que, das 45 capas vazadas sobre o futuro da Marvel, muitas delas apresentavam super-heroínas nos quadrinhos.

Cupons de desconto TecMundo: