Durante a CES 2016, a LG apresentou a sua nova linha de TVs Super UHD, que consiste basicamente em painéis IPS LCD com iluminação LED e, agora, com suporte para os dois formatos de HDR para vídeo disponíveis no mercado: HDR10 e Dolby Vision HDR. Essa linha de TVs é a primeira do mundo a suportar os dois formatos, e a marca já começou a vendê-las nos EUA.

Os preços variam de US$ 1,8 mil (R$ 6,5 mil) para o aparelho de 55’’ (1,4 m) e vão até US$ 10 mil (R$ 36,3 mil) para a TV com tela de 86’’ (2,1 m) em sua diagonal. A LG encara essa linha de TVs 4K como uma opção mais barata aos modelos OLED, que já são oferecidas no Brasil por a partir de R$ 10 mil. Os modelos OLED da LG são considerados os mehores televisores já lançados por qualquer marca em alguns casos.

Para garantir 

De qualquer forma, vale destacar que a LG está cortando para os dois lados com esses modelos. Ainda é muito cedo para dizer qual padrão HDR será o mais popular em TVs no futuro, mas, por enquanto, o HDR10 tem conseguido mais adoção. Ainda assim, Netflix, Amazon Prime Video e outros serviços de streaming devem começar a colocar o Dolby Vision HDR em suas produções e também nas de terceiros ainda neste ano.

Como Netflix, Amazon e outros serviços similares têm liderado em tecnologia de streaming, e o streaming tem ficado cada dia mais importante para o mercado de TVs, é muito provável que o HDR10 fique para trás em algum tempo. Contudo, isso não passa de especulação. Para se garantir, a LG está lançando suas novas TVs com os dois padrões.

Quem comprar as novas Super UHD 4K nos EUA agora, vai poder ver vídeos HDR apenas no formato HDR10. O Dolby Vision HDR será ativado somente em abril, com uma atualização de software. Por fim, não sabemos quando essas TVs devem chegar ao Brasil nem temos uma expectativa de preço para elas.

Vídeo em HDR realmente faz tanta diferença para o expectador? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: