(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Com o anúncio do Nexus 5, no final de outubro, a Google também revelou ao mundo a nova versão do seu sistema operacional móvel, o Android 4.4 — o qual tem como codinome KitKat, uma referência direta à marca de chocolate da Nestlé.

Embora a plataforma do robozinho verde desembarque oficialmente em terras tupiniquins somente junto com o smartphone da Gigante das Buscas, o que deve acontecer no primeiro trimestre de 2014, muitas pessoas lá fora já tiveram a oportunidade de testá-lo.

Passando nas mãos de desenvolvedores, jornalistas e entusiastas, o KitKat foi aos poucos sendo destrinchado e tendo alguns recursos “escondidos” descobertos. Recentemente, a própria Google revelou algumas das novidades da sua mais recente plataforma. Nós selecionamos aquelas que devem ser mais úteis no seu dia a dia.

1. Finalmente um editor de fotos

Não é de hoje que os adeptos do Android clamam por uma ferramenta específica: um editor de imagens nativo. Ao comprar um aparelho que venha com o Android “puro” (sem qualquer modificação da sua interface ou de suas funções), ou caso você o tenha instalado no seu gadget, você era obrigado a instalar um aplicativo se quisesse realizar pequenas mudanças ou retoques nas fotos capturadas.

A partir de agora, o sistema conta com um programa incorporado à sua galeria de imagens. Ele não deve contar com funcionalidades muito avançadas, mas possui as opções básicas de edição de qualquer outro software do gênero, incluindo mecanismos para recortar, redimensionar e ajustar a gama de cores de qualquer figura armazenada no aparelho.

E isso não é tudo. Esse aplicativo disponibiliza uma série de funções para aplicações de filtros e efeitos, como sombras, desenho feito a lápis, inversão de cores, preto e branco, sépia, desfoque e muitos outros. Os relatos de uso inicial são de que, apesar de simples, a ferramenta é bastante funcional.

2. Maior controle de músicas

Há algumas versões, o Android oferece a integração do seu player de música com a tela de bloqueio. Assim, você podia passar para a próxima faixa ou retornar à anterior, além de pausar ou reiniciar a reprodução diretamente dessa tela, sem precisar “destravar” o eletrônico ou abrir o tocador.

(Fonte da imagem: Reprodução/TechSmartt (YouTube))

O KitKat adiciona mais uma novidade para esse mecanismo, permitindo que você também avance ou retroceda partes da canção que está sendo executada. Sabe aquela barra que indica o avanço da reprodução? Ela está nesse recurso e pode ser exibida após o widget ser mantido pressionado por alguns segundos.

3. Troca rápida de visual

Uma das vantagens do sistema operacional móvel da Google é a sua flexibilidade no tocante à personalização. Na própria loja de aplicativos da plataforma, a Google Play, você encontra uma infinidade de aplicativos para mudar o seu visual e até a sua funcionalidade.

(Fonte da imagem: Reprodução/TechSmartt (YouTube))

Uma dessas categorias de softwares é a dos launchers, os quais consistem, grosso modo, em novas interfaces sobrepostas ao Android. Ao que parece, a Gigante das Buscas sabe que as pessoas gostam de fazer tais alterações e tornou isso mais simples de ser feito.

No KitKat, em seu menu de configurações (seção “Home”), existe uma opção que lista todos os “lançadores” instalados. Com um simples toque, você pode alternar entre eles, variando a aparência e a forma de interação com o seu smartphone ou tablet. Quer conhecer os principais launchers para o SO do robozinho verde? Então clique aqui.

4. Resolução adaptativa

Outra bela surpresa existente no KitKat é basicamente uma expansão da função de resolução adaptativa que já é usada no YouTube para o player multimídia do sistema. Isso significa que, assim como acontece no serviço de hospedagem de vídeos da Google, enquanto você assiste a uma filmagem transmitida via streaming por qualquer aplicativo, a resolução dela pode ser alterada, tanto para pior quanto elevada para HD — obviamente, caso esse conteúdo tenha essa disponibilidade de diferentes qualidades.

5. Gerenciamento de processos  

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

A ferramenta de gerenciamento de processos é mais um dos recursos do Android que receberam melhorias. O mecanismo presente no KitKat possui funções mais precisas e descomplicadas para que você saiba exatamente a quantidade de memória RAM ocupada por cada aplicativo, quanto espaço eles ocupam na memória de armazenamento e por quanto tempo estão rodando, por exemplo.

Com essas informações e algumas ações possíveis, incluindo a de fechar aplicativos em execução, é possível acompanhar de forma mais completa a atuação de todos os softwares, o que facilita o gerenciamento deles e o desempenho dos componentes de hardware.

Tais funcionalidades não são uma novidade, pois já fazem parte da plataforma da Google há algum tempo, mas elas prometem estar muito mais intuitivas nesta edição do SO e facilitar o ganho de desempenho do seu celular ou tablet.

6. Barra de notificações

(Fonte da imagem: Reprodução/TechSmartt (YouTube))

O sistema de notificação do KitKat foi aperfeiçoado, possibilitando que as mensagens de aviso tenham mais informações, incluindo — além de textos — ícones, imagens, cronômetros, entre outros elementos.

Mais do que isso, os desenvolvedores de aplicativos podem escolher qual será o exato resumo das informações exibido na barra de notificação e quais dessas informações devem ser ressaltadas como mais importantes na tela.

7. Wallpapers de tela inteira

(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

A Google implementou na mais recente versão do seu sistema operacional móvel um estilo translúcido para a sua interface. Em outras palavras, recursos da plataforma e até mesmo aplicativos desenvolvidos por outras empresas que antes possuíam cores opacas podem ficar transparentes. Entre essas ferramentas, estão a barra de notificação e a de navegação.

Com isso, os papéis de parede passam a ser vistos em todo e qualquer canto do display do seu gadget. Para indicar a existência de uma função na homescreen, por exemplo, o Android deixa a região levemente sombreada. Não se preocupe, pois os ícones de sinal de rede, relógio e nível de bateria, entre outros, continuarão sendo exibidos na tela.

8. Imprimindo direto do celular

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

O KitKat estará mais integrado ao serviço de impressão sem fio da Google, o Cloud Print, que seus antecessores. Basicamente, esse serviço possibilita que você mande um documento ou imagem imprimir diretamente do seu smartphone, bastando ter o app dele instalado no aparelho. A diferença é que, nesta versão do sistema da Gigante das Buscas, qualquer software poderá usufruir das funções do Cloud Print ou de seus próprios serviços de impressão pela nuvem.

9. Explorando seus arquivos

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Encontrar um arquivo específico que esteja armazenado no seu tablet ou celular com Android deve ficar mais fácil com o KitKat. O sistema de exploração de conteúdos armazenados foi reformulado para tornar a sua experiência mais simples e eficiente.

A maior facilidade está no fato de o recurso ter um menu com distinção de apps de serviços de armazenamento online, como Google Drive, Dropbox e Box. Dessa forma, além de navegar pelos arquivos salvos no gadget, é possível visualizar os conteúdos guardados nesses serviços de um único lugar.

10. Contador de passos

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

O Android 4.4 é o primeiro da sua família a contar com suporte para dois novos sensores, o detector e o contador de passos. Com um dispositivo que possua tais componentes de hardware, o KitKat permite que softwares identifiquem com maior precisão a sua movimentação, enquanto caminha, corre ou sobe escadas.

Assim, com a ajuda de apps específicos, você pode saber quantos passos deu desde a última vez que ligou o smartphone, a quilometragem percorrida e velocidade média durante uma corrida, as calorias perdidas em uma caminhada e outras informações.

11. Intensificador de fala

Os aplicativos de reprodução de áudio criados para o KitKat contarão com um novo efeito batizado de LoudnessEnhancer, o qual possibilita que esses programas aumentem o volume do conteúdo falado. Atuando como compressor com constantes de tempo, que são ajustadas especificamente para discursos, a plataforma consegue ressaltar a oratória de uma pessoa em meio a ruídos externos.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

12. Controle remoto

A versão 4.4 do Android introduz o suporte para um recurso chamado IR Blasters. Com essa API, desenvolvedores podem criar aplicativos capazes de controlar remotamente outros dispositivos eletrônicos próximos, como televisores e aparelhos de som. Para que isso funcione, é importante ressaltar que o smartphone ou tablet deve possuir compatibilidade com o envio de sinais infravermelhos.

É verdade que a última edição da plataforma já possuía essa função de “controle remoto” — um exemplo disso é o Samsung Galaxy S4. Porém, agora qualquer companhia pode usufruir dessa funcionalidade para desenvolver seus apps com tal finalidade.

13. Closed caption

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Outro recurso adotado pelo KitKat é o de legenda como mecanismo de acessibilidade. A ideia é bastante simples: funcionar como o Closed Caption que temos nas TVs. Isso significa que o sistema operacional oferece a opção de definir o idioma-padrão, o tamanho do texto e o estilo da legenda (incluindo cor da letra e do fundo). Sempre que um aplicativo usar vídeos, ele poderá acessar essas configurações e mostrar as legendas conforme pré-determinado por você.

14. Gravação da tela

Ainda pensando nos desenvolvedores e pessoas que criam conteúdos, a Gigante das Buscas passa a fornecer com o KitKat uma API que possibilita a gravação de tudo o que acontece no aparelho de forma simples e que armazena os vídeos diretamente no computador.

Embora isso seja pouco usual para os consumidores comuns, tal ferramenta é de grande ajuda para a conferência de desempenho de softwares ou a criação de tutoriais de utilização de um app ou do próprio sistema operacional.

Ao fim desse processo, é possível compartilhar o que foi registrado por meio de diversos serviços online, incluindo redes sociais e servidores de email. Provavelmente, essa função não estará habilitada na versão “comercial” da plataforma.

Cupons de desconto TecMundo: