Antes de o iPhone se tornar um fenômeno de vendas, foi a linha iPod uma das principais responsáveis por tornar a Apple uma marca que o público associa a aspectos como qualidade e sofisticação. No entanto, nos últimos anos os tocadores de música perderam espaço frente a dispositivos com capacidades mais completas de reprodução de arquivos multimídia.

Assim, não surge exatamente como uma surpresa o fato de que, após o anúncio do iPhone 6 e de seu modelo Plus, a versão Classic do iPod simplesmente deixou de ser vendida através da Apple Store. A partir de agora, somente é possível optar pelas versões nano, shuffle e touch do aparelho, com no máximo 64 GB de capacidade interna de armazenamento.

Até então a versão mais antiga do iPod disponível aos consumidores, o modelo Classic se destacava pelo uso de um pequeno disco rígido com capacidade de 160 GB — o que permitia a ele armazenar facilmente mais de 20 mil faixas. O fim das vendas do produto não somente marca o encerramento da era das “click wheels” como também serve como prova das transformações pelas quais o mundo da música passou nos últimos anos.

Com os diversos serviços de streaming do mercado, se torna cada vez menos necessário o uso de aparelhos com grande quantidade de espaço interno. Vale notar que, mesmo que a Apple Store brasileira ainda não possua a opção de venda do iPhone 6, a mudança nos modelos de iPods disponíveis também foi refletida por lá.

Cupons de desconto TecMundo: