Os rumores em torno do lançamento do próximo iPhone, o iPhone 8, são inúmeros, como era de se esperar. Um deles envolve o fato de o dispositivo possivelmente trazer um sensor tridimensional inovador que seria fabricado por empresas diversas. Agora, tudo indica que, caso esse boato seja verdadeiro, uma dessas companhias seria a Himax Technologies.

Segundo a publicação Barron’s Asia, a Himax teve um aumento de 56% em suas ações com base nas expectativas de a empresa realmente estar envolvida na produção dos possíveis sensores 3D. Para Charlie Chan, especialista da Morgan Stanley, a escolha da Apple faria sentido, pois a Himax seria capaz de fazer sensores menores que os concorrentes.

iPhone 8 pode inaugurar toda uma nova tendência nos smartphones

Retomando o mercado

Esse mercado pode crescer muito caso a Apple passe a adotar tecnologias de realidade aumentada em seus dispositivos

“A tecnologia Wafer-level Optics (WLO) da Himax pode reduzir ainda mais o tamanho e ajustar o sensor 3D nos smartphones. Estimamos que os sensores 3D contribuirão com 20% da receita de 2018 da Himax, com melhores margens, e isso preencheria o vácuo do negócio de óculos inteligentes com realidade aumentada da empresa (Google Glass ou Microsoft HoloLens) antes de decolar novamente em 2019”, afirmou Chan.

Ele também acha que esse mercado pode crescer muito caso a Apple passe a adotar tecnologias de realidade aumentada em seus dispositivos. Isso faria com que os concorrentes também adotassem o recurso e as companhias teriam que recorrer a empresas como a Himax para obter os sensores 3D.

Cupons de desconto TecMundo: