Os casos de roubos de iPhones nas cidades de Nova York, São Francisco e Londres caíram para 25%, 40% e 50%, respectivamente. Mas qual foi a “fórmula de segurança” adotada pelas cidades? Na realidade, a responsável pelos números informados é a própria Apple.

De acordo com a Reuters, a diminuição do roubo de iPhones – em comparação com os registros do ano passado – é resultado direto da implementação do sistema Activation Lock, que previne a restauração dos aparelhos sem plena autorização do usuário original (para tanto, o login via iCloud deve ser feito).

Em 2013, ano em que o mecanismo de segurança foi lançado como parte do iOS 7, as cidades avaliadas reportaram quedas também notáveis no número de ações criminosas contra donos de iPhones: 19%, 24% e 38%.  Agora, e como recurso padrão do iOS 8, quem desejam adquirir um iPhone 6, por exemplo, através de “meios alternativos” precisa pensar duas vezes.

Em teoria, desativar a ferramenta Activation Lock é possível; o procedimento que remove o sistema de segurança, porém, parece também ser capaz de “assustar ladrões”, uma vez que a queda nos roubos dos aparelhos é de fato significante. “Não importa o que façam ou onde quer que estejam. Seu iPhone vai continuar sendo seu”, disse a Apple na época de lançamento do mecanismo.

Cupons de desconto TecMundo: