O grilo que inspirou a tecnologia de comunicação através de anéis de ar. (Fonte da imagem: National Geographic)

Pesquisadores da Monash University em Clayton, na Austrália, estão em fase de desenvolvimento para implementar um novo sistema de comunicação entre robôs. Longe das tecnologias envolvendo um sinal digital ou de rádio, a descoberta da vez é através de anéis de ar disparados pelas máquinas, em um procedimento totalmente silencioso.

A inspiração veio do mundo animal: é o Phaeophilacris spectrum, uma espécie africana de grilo que vive em cavernas. O inseto utiliza algo bastante similar para se comunicar com as fêmeas e indicar a aproximação da época de reprodução sem atrair eventuais predadores.

A comunicação ocorre através de anéis de ar em vórtice (como um círculo de fumaça, porém invisível), criados quando uma rajada de vento é expelida por uma cavidade até a superfície. No caso das máquinas, a interceptação e codificação desse sinal é bem mais complicada.

Uma abertura de 2 centímetros em formato de cone foi feita em dois robôs para a passagem de informação, que até agora só alcança a distância de, no máximo, 30 centímetros. Segundo os pesquisadores, a tecnologia será de grande uso para a robótica nos sistemas comunicacionais futuros.

Cupons de desconto TecMundo: