Fibras condutoras são o futuro. Essa é a aposta da indústria japonesa AIST. Os pesquisadores da empresa desenvolveram uma tecnologia que consiste em transformar fibras de nylon em sensores capacitivos touchscreen. 

O resultado final é uma espécie de tecido completamente sensível ao toque, capaz de se transformar em um teclado virtual, como mostra o vídeo acima. A proposta do grupo é ampliar as possibilidades do tecido, transformando-o em uma espécie de complemento para monitorar pacientes em hospitais.

Para o futuro a empresa planeja que a tecnologia possa ser integrada às roupas, criando peças com amplas áreas sensíveis ao toque e capaz de serem integradas a diversos outros dispositivos. Será esse o futuro da indústria têxtil?

Cupons de desconto TecMundo: