IPv4 é o protocolo de internet versão 4, a mais utilizada atualmente. Entretanto, o reinado pode estar no fim, pois os blocos de endereço disponíveis – cerca de 4 bilhões – estão se esgotando.

O Serviço de Registro de Números de Internet dos Estados Unidos (ARIN) disse que ainda existem alguns blocos sobrando e oferece algumas opções para as empresas: aceitar um espaço menor do que o solicitado inicialmente, entrar na lista de espera ou cancelar totalmente a requisição.

Solução

Uma alternativa para o problema seria a adoção do IPv6, que tem um endereço bem mais longo – aumentando de 10 para 40 dígitos – e oferece mais espaço de blocos. Entretanto, apesar de o formato ter sido inventado em 1998, a adoção foi lenta por conta de os sistemas antigos não conseguirem ler os endereços em 128 bits do IPv6, apenas os de 32 bits do IPv4.

O empecilho atual é que algumas redes grandes ainda não habilitaram o uso de IPv6, mas é provável que a situação mude mais rapidamente agora, que o problema atingiu um ponto crítico.

Segundo um relatório da Google, cerca de 7% dos usuários que acessam o site o fazem através de IPv6. Pode parecer um número baixo, mas é um aumento bem grande considerando que dois anos atrás a porcentagem era de apenas 2%. A Bélgica e a Suíça lideram o ranking de países com maior adoção do IPv6.

O uso do novo protocolo deve aumentar cada vez mais nos próximos tempos. Apenas a adoção dele poderá impedir um IPocalipse total da internet.

Cupons de desconto TecMundo: